Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Contos sem nó

As minhas histórias

Contos sem nó

As minhas histórias

14.08.19

Tudo a seu tempo


Lila

Nos últimos meses a vida tem-me ensinado que vivo depressa e com stress a mais.

Vou dar dois exemplos:

Tive que mudar de carro na empresa. Os carros que temos são entregues à empresa de leasing quando chegam os novos. Encomendei o meu novo em Março e a previsão de chegada era Setembro. Comecei o processo de reparação de todos os riscos e risquinhos do carro actual em Abril. Demorou semanas e semanas, muitos telefonemas, seguros pelo meio, oficinas, etc. O meu marido, tranquilissimo, dizia-me que devia deixar tudo em standby, que tratasse do assunto só em Agosto. Eu não lhe fiz caso e continuei na saga de tentar ficar com o carro pronto o mais depressa possível. Chamadas sem fim para a seguradora e para a oficina, muitas camadas de nervos. Então não é que no dia em que o carro ficou pronto da oficina, chegou o novo? Precisamente no mesmo dia. 

Agora o meu ultimo stress tem sido os livros da escola. Normalmente, mal a escola acaba, eu encomendo os livros para o próximo ano. Em Agosto já tenho os livros todos em casa, forrados. Este ano, foi o primeiro ano que recebemos vouchers do estado para os manuais. O processo é novo para mim, ninguém sabia como funcionava, foi uma luta para perceber o que tinha que fazer. Andei às aranhas. O meu filho a pressionar, que não tinha livros e como é que ia ser e bla bla bla. A semana passada comecei a ficar preocupada porque os vouchers deviam ter saído a 1 de Agosto e nada. Comecei a mandar emails para a plataforma, para a escola, para o director de turma. Ontem andei numa fona com tudo isso, porque vou de férias e não queira deixar o assunto pendurado. Hoje, numa das minhas típicas insónias, andei as voltas com isso na minha cabeça. Pois neste stress todo, esta manhã, quando me levantei, já tinha o voucher no email. A primeira coisa que fiz foi ir a livraria levanta-los e comprar os livros de fichas correspondentes. Só falta um livro, que ficou encomendado. 

Moral da historia, tudo se resolveu, no devido tempo e eu não precisava de andar num stress medonho, preocupada e a gastar neurónios. 

Sou mesmo tonta.

 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.