Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Contos sem nó

As minhas histórias

Contos sem nó

As minhas histórias

15.10.19

A história da minha sogra

Lila
Esteve nas mãos dela durante dois meses para revisão. Acredito que não tenha sido fácil ler o seu próprio drama, assim de uma assentada. As minhas cunhadas iam-me contando que a viam a ler e a tremer.  Hoje, voltou cheia de apontamentos e de historias de que se foi lembrando. Tenho 3 horas de gravação para trabalhar. A ver se ponho mãos à obra e tenho isto pronto a tempo do Natal.  
11.06.19

Escrever

Lila
O fim de semana grande serviu para adiantar a historia da minha sogra, que estou a escrever. Este gravador tem sido o meu fiel companheiro nos últimos dias. 
09.05.19

Começou

Lila
Iniciei esta semana a recolha dos depoimentos da minha sogra. Já tenho algumas horas gravadas, ainda faltam tantas outras mas neste momento, já tenho material para começar a escrever. O meu projecto para 2019 está a acontecer!
06.10.13

Facebook

Lila
Hoje recebi uma notificação da minha sogra, no facebook, pedindo-me que eliminasse uma foto sua que está publicada no meu perfil. Essa foto foi tirada na festa de aniversário do meu filho (há um ano) e a senhora está sentada numa cadeira, ao lado da irmã. Uma foto absolutamente normal, mas que envergonha a minha sogra. A mensagem pedia que fosse eliminada, porque era embaraçosa para ela e não queria que outras pessoas a vissem. Fiquei de boca aberta. Primeiro porque a (...)
16.03.12

Ando desconfiada

Lila
Que a minha sogra me quer ver esticadinha e com uma etiqueta no pé. Hoje pregou-me um susto pelo telefone que diz quem viu que eu fiquei de todas as cores e feitios. Eu, que não me estava a ver ao espelho, posso dizer que senti um formigueiro a percorrer-me o corpo todo que foi de uma intensidade, que passadas umas horas ainda sentia as pernas bambas.
22.09.11

A minha sogra

Lila
Eu tenho uma sogra que não existe. Para além de me ficar com o filho enquanto eu vou trabalhar a Madrid, e de o tratar como um príncipe, ontem quando cheguei, estava na minha casa a fazer canja e o meu prato favorito. Só vos digo que desmanchei a mala, tomei um duche, jantámos,e ás 21h30 estávamos na cama. Há muito tempo que não fazia isto. Não me aguentava de pé.