Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Contos sem nó

As minhas histórias

Contos sem nó

As minhas histórias

16.05.19

Carla

Lila
Não precisavas passar por mais esta luta. Não precisavas mesmo. Deus as vezes, obriga-nos a provar  de que fibra somos feitos. Injustamente. Já venceste um cancro da mama e agora, quando tudo parecia calmo, treze anos depois, a vida castiga-te com outro cancro. E este esta a dar luta, esta a fazer-te utilizar todas as tuas forças. Estas cansada. Mas ainda assim, continuas a trabalhar. Nunca conheci ninguém com tanta força, nunca conheci um braço de trabalho tão forte e (...)
27.04.19

Cancro

Lila
Tendo perdido a minha mãe para um cancro há 24 anos, a minha relação com esta doença não é pacifica. Acima de tudo, tenho medo. Medo de voltar a passar pela mesma dor. O ano passado morreu-me um amigo. Este ano, uma amiga que já lutou contra um cancro da mama há 13 anos, volta a dar o corpo as balas com outro no fígado. Tem sido uma luta para fazer as quimioterapias, porque desta vez faz reacções alérgicas gravíssimas. Ontem perdeu a fala e a visão durante a sessão. Hoje (...)
28.12.18

Amigas

Lila
O jantar de Natal, já a celebrar o fim do ano. As seis amigas desde há 30 anos. 
11.11.18

Quebra nozes e os 4 reinos

Lila
Ontem tivemos um dia cheio. Almoçámos na Feira das Sopas em Montemor, com a minha colega e amiga Marta e com a família dela. Conheci o Vicente, o seu filhote e fui adoptada pela mãe dela. Alentejanos de gema e muito simpáticos, fomos muito bem recebidos. Depois, voamos para trazer o JA à festa de aniversario de uma amiga e nós fomos ver o Quebra-Nozes. Um pouco por falta de alternativa, mas acabamos por gostar. Depois, fomos buscar o filhote a festa, demos-lhe jantar e fomos ver (...)
22.09.18

Jantar com ajamigas

Lila
Foi ontem. Fui ao yoga duas horas, corri para casa para em arranjar e encontrei-me com elas as 20h30. A conversa nunca acaba e cheguei a casa com a sensação de que se estivéssemos a noite toda, o tema ainda assim, nunca se esgotava. E ainda por cima, o restaurante era italiano eu ainda pude praticar com o dono, que era simplesmente um doce de pessoa. Uma foi minha chefe e a responsável pro eu trabalhar hoje na Bio-Rad.Ficamos amigas desde o primeiro dia em que nos vimos, já la (...)
31.05.18

Primeira comunhão

Lila
O filho mais novo da minha melhor amiga fez a primeira comunhão e eu fui testemunhar este dia tão importante. Motivo bom para almoçarmos todos juntos (Bem , eu fui sozinha, e de gatas por estar muito cansada. O A. esta na Alemanha e o JA esta atolado em testes da escola e exames do conservatório). Pelo meio tive uma reunião por zoom e estive isolada na casa da Tana, mas depois voltei à festa!  
17.04.18

A festa do Tomás

Lila
O filho da minha melhor amiga é meu afilhado e fez 13 anos na passada sexta-feira. A festa foi no sábado e pude matar saudades desta amizade que dura há 30 anos. Somos madrinhas do filho uma da outra, temos um laço que dificilmente alguém ou alguma coisa conseguira destruir. Mesmo quando passamos semanas sem falar, porque as nossas vidas são caóticas, a nossa magia juntas nunca se desvanece. Parabéns Tomas!!! 
10.03.18

Sabado de (pouco) sol

Lila
Voltei a dormir mal, mas forcei-me a ir ao yoga. Já sei que fico logo bem disposta. Depois da aula, fui tomar um café com a minha nova amiga Catarina, uma boa surpresa que a vida me reservou. As duas, de esplanada, a levar com o sol nas trombas, a por a conversa em dia e principalmente, a dizer parvoíces. Estivemos nisto uma hora e soube a pouco.