Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Contos sem nó

As minhas histórias

Contos sem nó

As minhas histórias

26.12.18

Primos


Lila

48421530_2368218339863463_4064303551927549952_n.jp

Quando o meu filho era pequeno e a pressão que as pessoas faziam para ter um segundo filho era  maior do que a que fazem ainda hoje (wtf, estou a beira dos 44 anos...) ele respondia sempre: "não preciso de um irmão, tenho os meus primos". Não havia ninguém que não dissesse que tinha sido eu a ensinar a frase ao miúdo. E não fui. Era ele que o sentia assim. Na realidade, este amor imenso que sente pelos filhos das minhas irmãs é algo único. Nunca discutem, dão-se super bem, e têm sempre tema de conversa. Ate a pequenina, sendo um mel, é adorada por todos e faz parte das Tertulias. E depois há o meu sobrinho Pedro, que é o super herói do primo desde sempre. E a prima Ângela, por quem tem uma veneração. Gosto muito de os ver juntos e sinto que afinal, não fui assim tão egoísta ao decidir ter só um filho. Ele tem companhia, a dos primos, a dos amigos. O meu filho sabe ser um bom primo, um bom neto, um bom filho, um bom amigo. Só não sabe ser irmão. Bem sei que não é a mesma coisa, mas é melhor um amor assim, sem igual, do que nenhum. E os primos dão bem conta do recado no que ao amor diz respeito.