Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Contos sem nó

As minhas histórias

Contos sem nó

As minhas histórias

18.01.22

Poder


Lila

É no meio de uma reunião, onde posso intervir para comentar um dos slides que estão a ser apresentados e me motivam para falar de um dos assuntos a que me dedico, que eu me sinto poderosa. Quando posso falar de temas sobre os quais sou a única especialista por estas bandas e não apenas mais uma. Quando sou apresentada como a expert disto ou daquilo e as pessoas confiam em mim para avançar com este ou aquele projecto. É nesse momento que me sinto poderosa, que me sinto confiante e segura. É exactamente nesse momento em que  acredito que sou capaz de fazer muito por esta equipa e por este negocio, claramente ainda com tanto espaço para crescer.

Dei por mim a pensar que infelizmente, acontece muito mais enquanto profissional do que enquanto mãe, onde me sinto a errar de cinco em cinco minutos.

Ou enquanto esposa, papel no qual assumidamente, depois de quase 22 anos de vida em conjunto, ainda tenho muito que aprender.

Enquanto filha, aquela que deixou o pai a milhares de quilómetros de distancia na fase final da sua vida e que não telefona todos os dias, só dia sim, dia não.

Enquanto irmã ou enquanto tia, enquanto amiga, sempre longe e ocupada, apesar das chamadas e mensagens.

Não sei se ria ou se chore.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.