Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Contos sem nó

As minhas histórias

Contos sem nó

As minhas histórias

21.07.18

Bali-roteiro 1


Lila

Saímos de Portugal apenas com as primeiras duas noites reservadas em Hotel. A ideia era ir circulando pela ilha, à medida que fossemos percebendo que sítios queríamos conhecer. O primeiro local onde ficamos foi Semyniak. A praia, mesmo ao lado chama-se Kuta e é uma das mais famosas de Bali. No entanto, desengane-se quem ache que Bali é um destino de praias de sonho. Não é. Pelo menos para nós, que estamos acostumados a praias paradisíacas, com areia branca. Kuta tem uma praia enorme, mas de areia mais escura, cuja única vantagem é ter o mar bastante mais quente.Em dois dias fizemos praia (e uma das melhores massagens da minha vida foi feita ali, à beira mar, por uma senhora local, com mãos de fada...)bebemos agua de coco, passeamos à beira mar e conhecemos Kuta. Muito turística, uma típica cidade de praia. Foi aqui que tivemos contacto pela primeira vez com a experiência de ver as oferendas que são feitas todos os dias aos inúmeros deuses da Ilha. Existem templos por todo o lado, tanto públicos como privados. Bali é maioritariamente hindu e muito, muito mística. Em Semyniak arranjamos um guia, o Alit que nos acompanhou em dois passeios. 

AELE2370.JPG

 O nosso guia Alit.

DRFP7301.JPG

EKGME4811.JPG

 Jardim Botanico.

IMG_1670.JPG

Dia de praia em Kuta.

IMG_1675.JPG

Jantar em Kuta.

IMG_1703.JPG

Cascata Gigit.

IMG_1684.JPG

Jardim Botanico.

IMG_1706.JPG

Saltos para dentro das cascata Gigit. Eles adoraram esta experiência!

IMG_1802.JPG

As oferendas. Duas vezes por dia, em todas as portas de casas, lojas, dentro dos carros e claro, as centenas nos templos. Oferecem o que têm. Bolachas, incenso, café e sempre flores.

ICYT1909.JPG

Jardim Botânico.

IMG_1680.JPG

Noite em Kuta.

IMG_1690.JPG

Floresta de bambu, Jardim botânico.

IMG_1692.JPG

Jardim botânico.

IMG_1695.JPG

Almoço no Lago Bratan.

IMG_1696.JPG

Cascatas Gigit.

EQWI4374.JPG

Prova do cafe mais caro do mundo, feito em Bali. O café mais caro do mundo chama-se Kopi Luwak e é produzido na Indonésia, masi especidicamente em Bali.. O curioso acerca desse café é que ele é produzido a partir das fezes de um animal. O animal em questão é o mangusto, um mamífero que engole os grãos de café, libera alguns ácidos e enzimas neles e depois os elimina nas fezes. Isso faz com que o café seja fermentado de forma natural e fique com aroma de frutas vermelhas, pouco amargo e pouco acido.