Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Contos sem nó

As minhas histórias

Contos sem nó

As minhas histórias

25.08.09

Amigos, amigos, camas á parte


Lila

Tenho estado pouco tempo com o meu filho, á conta do curso de espanhol.

È que habitualmente sou eu quem está com ele nas horas antes de ir para a cama, sou eu quem lhe dá banho e lhe dá jantar.

Hoje, quando se deitou, eu estava a trabalhar mas fui deitar-me na sua cama, para lhe dar mimos.

Cheirei-o todo (cheira a manteiga de cacau, o creme dele), dei-lhe beijinhos, fiz-lhe festinhas e disse-lhe que o amava, que a sua pele era muito suave, que é o filho lindo da sua mãe.

Estivemos ali um bocadinho os dois, cheios de mimo, ás escuras, ele todo agarradinho a mim.

Uns minutos depois olho para ele e digo-lhe "queres que me vá embora, para dormires?".

"sim, por favor..."

 

Isto é algo de extraordinário no meu filho, algo que foi originado por nós, na obsessão de não querermos o nosso filho sempre enfiado na nossa cama, até ser grande e não nos pudermos mexer os três.

Pelo exemplo negativo da minha irmã, que teve o meu sobrinho a saltar para a cama dela durante todas as noites, até aos 7 anos.

O sono é algo que se educa e com o JA foi mesmo assim. Adormece sozinho e sem manhas. Dorme a noite toda.

 

(Aliás, após o período negro em que tinha de acordar ás quatro da manhã para o por a fazer xixi, voltou a dormir  a noite toda sem nem acordar para ir ao WC, nem fazer qualquer xixi ...foi uma reviravolta surpreendente e eu andei aí a magicar que a criança tinha problemas na bexiga...ás vezes os médicos são piores do que nós, e põem-nos paranóicas, cum camandro...!!!!)

 

 Foi um processo de educação do sono que aprendemos com um livro e que tem toda a lógica que deva ser feito. Para nós foi uma luz, porque até então, o JA acordava durante a noite á procura da chucha, a querer mamar, etc.

Aos sete meses, e até hoje, remédio e noites santas.

Dorme toda a noite. Sozinho.

 

Na cama do meu filho, só dorme ele. Na nossa cama só dormimos nós.

Para dormir não há misturas.

Ele até gosta destes bocadinhos de mimo, e acorda-nos todos os dias a entrar para a nossa cama e a dar-nos beijinhos de manhã, mas é só.

Depois dos afectos, ála para a tua cama mamã, que eu quero dormir.

Assim mesmo é que é!!!!!