Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Contos sem nó

As minhas histórias

Contos sem nó

As minhas histórias

30.09.12

Ainda estamos a assimilar


Lila

O pai chegou por volta das 13h e fomos directos para casa do meu pai, onde um almoço de família/boas vindas nos aguardava.

Doze pessoas à mesa (irmãs, cunhados, pai e sobrinhos), todos a falar ao mesmo tempo, a comer a maravilhosa paelha do meu pai e a ouvir as aventuras do Afonso por terras argentinas.

Saímos desse almoço às seis da tarde e fomos enfiar os nossos presuntos no centro comercial, porque o meu filho deu um pulo tão grande, que esta semana andou a vestir calças que lhe davam pelo joelho e sempre que se sentava ficava com as calças a meio do rabo.

Acabámos por comprar calças para ele e chapéus para todos (sim, aqui a cabeçuda achou um chapéu de inverno que lhe servia, é de homem, mas serve-me e é lindo!).

Chegar a casa, arrumar tudo, desfazer malas (felizmente o meu marido teve uma iluminação, mandou limpar a roupa  quase toda e mandou-a directamente para a Alemanha),dar banho ao JA, jantar, organizar as coisas para amanha e já estamos quase todos na cama.

Ainda não tivemos tempo para falar, o meu filho queixa-se de que amanha já é segunda e ele quer brincar com o pai!

Vamos tentar aproveitar os finais de dia desta semana, felizmente não viajo.

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.