Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Contos sem nó

As minhas histórias

Contos sem nó

As minhas histórias

25.06.09

Sobre as vezes que se engole saliva...


Lila

Na terça-feira dei formação das 10h da manhã ás 8h da noite, num gabinete gelado.

Eu não sentia os pés, nem as pernas (ainda por cima estava de saias), a minha garganta já picava, as mãos geladas.

Saí de lá meio doente, e durante a noite fiquei com imensas dores de garganta..

Há dois dias que estou encharcada em medicamentos, e há dois dias que não consigo engolir.

Tenho uma bola no pescoço, tal é a inflamação, dói-me o corpo, estou febril.

Como tomo anti-inflamatórios, há alturas do dia em que me sinto minimamente melhor, mas á medida que a noite chega, as dores agravam-se,

Ando com dois sacos de medicamentos atrás de mim e não melhorei nada.

De cada vez que engulo saliva, agarro-me á garganta, como se aliviasse alguma coisa...E dou por mim a pensar no numero de vezes por dia que engolimos a nossa saliva.

São demasiadas. Demasiadas.