Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Contos sem nó

As minhas histórias

Contos sem nó

As minhas histórias

30.07.11

Diego Ventura


Lila

Ontem, pela primeira vez na minha vida, fui a uma corrida de touros.

Bem, talvez não possa dizer que foi a primeira, porque em pequena já tinha assistido a uma novilhada e chorei o tempo todo.

A minha mãe jurou para nunca mais.

Desta vez fui a convite do meu primo Custódio e só por ir sair com ele, só os dois,  como fazíamos quando eu era solteira, achei que valia a pena o risco.

E de facto, foi engraçado.

Praça de touros repleta.

Uma mescla de luzes e de cores.

E depois este cavaleiro que muitos acham ser espanhol, mas que é do Montijo.

Este rapaz tem um fogo, uma magia na sua relação com os cavalos, que mesmo não sendo aficionada, emociona.

Acho que valeu muito a pena e para além da corrida, eu e o meu primo, pusemos a nossa conversa em dia.

Tres horas e um rabo completamente dorido depois (caramba, quem aguenta estar sentado em pedra tanto tempo?), regressei a casa com uma sensação boa na alma.

 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.