Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Contos sem nó

As minhas histórias

Contos sem nó

As minhas histórias

04.05.11

Enfermeira


Lila

Ontem á noite o meu marido teve outra das suas (já quase) habituais paragens de digestão, ou gastroenterites, ou lá o que são.

E este homem não se limita a ficar a cagar fininho e a vomitar, fica cinzento, com febre, sem forças, a desmaiar.

E como desta vez não me apetecia levar com ele desmaiado no chão da casa de banho como da outra vez, fomos ao Hospital e la passámos um serão bem divertido até de madrugada!

Levou medicação na veia, fez analises e agora tem que fazer uma ecografia.

Hoje não acordou melhor, passou a manhã pior que mal e eu tive que cancelar a minha vida e ficar com ele, porque nada me diz que não o vamos apanhar com a cabeça enfiada dentro da sanita e desmaiado, como da ultima vez....

Felizmente, a minha dedicação está a dar frutos e agora está bastante melhor.

As cólicas estão a passar, as náuseas, também e ter dormido de manhã também deve ter ajudado.

Almoçou e tudo!

Vamos ver como evoluem as coisas.

Eu ando aqui que nem uma maluca, a trabalhar na mesa da cozinha e a fazer vigília no quarto, a por  o ouvido na boca dele quando dorme, porque me parece que não respira, a controlar a temperatura, a fazer chazinho.

Vamos ver se o meu doente tem alta amanha.

 

P.S. E nesta maré,de azar soube há pouco que o meu tio está nos cuidados intensivos. Vou á bruxa.