Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Contos sem nó

As minhas histórias

Contos sem nó

As minhas histórias

07.01.11

Os saldos´(ou sobre a minha incapacidade de lidar com eles)


Lila

Eu nunca fui amante dos saldos.

Obviamente que  compro uma coisa ou outra, ás vezes até coisas que podem servir para a próxima estação, os básicos que se utilizam sempre, ou até mesmo lingerie, que é intemporal.

Mas não fico ás espera deles como se não houvesse amanhã para fazer compras.

E odeio que as lojas estejam numa confusão de meter dó até final de Fevereiro.

Perco a vontade de comprar. Para ver montes de roupa vou á feira.

Hoje passei numa Zara para ver os saldos.

E encantei-me com um blazer vermelho, amoroso, LINDO de morrer.

Disse logo de mim para mim que o ia levar, grande compra de saldos, pá, Lila Maria, hoje saiu-te a sorte grande, uma coisa tão gira nos saldos.

Olhei para o preço e pensei "bolas, que os saldos estão uma porcaria. Isto é caro."

E segui.

Só depois percebi que estava na parte da loja que já tinha a nova colecção.

Noutro piso, namorei uma camisa (desde que emagreci fiquei fã de camisas, antes não gostava...).

Linda. Mais uma vez, achei-a demasiado cara para saldos.

E lá estava eu outra vez a ver a nova colecção.

Vim embora sem nada e a pensar que não fui mesmo feita para a ocasião.