Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Contos sem nó

As minhas histórias

Contos sem nó

As minhas histórias

05.11.10

Já começou.


Lila

Nós andávamos a adivinhar este dia.

Conscientemente, aproveitávamos enquanto havia de sobra, mas sempre com o pensamento no dia em que ia acabar.

Já a chorar por dentro, só de pensar que ia chegar.

 

E foi hoje.

 

Estávamos a chegar á porta da escola, mas, a meio do muro, o JA pediu-nos para ficarmos por ali, que não o acompanhássemos até ao portão.

Deu-nos um beijo e lá foi.

E nós ficámos  ali parados.

A vê-lo ir sozinho.

 

Foi hoje.

E parece-me que este é o primeiro de muitos.

 

O meu bebé já não quer ser o meu bebé.