Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Contos sem nó

As minhas histórias

Contos sem nó

As minhas histórias

25.02.09

Alergia importada


Lila

Hoje fui a Castelo Branco em trabalho.

Estava um dia lindo, só apetecia parar em cada paisagem e desatar a tirar fotografias.

Para lá correu tudo bem, sem percalços, a habituar-me á ideia de, novamente e após uma pausa de 2 anos, as áreas de serviço das auto-estradas voltarem a ser as minhas melhores amigas.

A reunião com o cliente correu bem, matei saudades de algumas pessoas com quem já tinha trabalhado, nos tempos em que estava noutra empresa, mostrei as fotos do JA, etc, etc.

Para cá, comecei a espirrar que nem uma maluca e isto prolongou-se nas 2h30 de viagem.

De cada vez que espirro, fecho os olhos (já perceberam que fazemos isso, não? Ou sou só eu?) e então tornou-se um bocado perigoso vir a conduzir.

Fui ao ginásio e os espirros acalmaram, mas a dificuldade em respirar pelo nariz agravou-se.

No regresso a casa, a mesma dose de ranho.

Mas será que os pólenes de Castelo Branco estão mais agressivos do que os daqui?

Será que bastou mudar de ares para a alergia que eu não tinha há anos, regressar em força?

Isto foi fulminante, hem?

Bem, se é assim, e com a vidinha que eu tenho, acho que as áreas de serviço das auto-estradas vão partilhar a minha amizade com as farmácias de cada cidade, por esse país fora.