Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Contos sem nó

As minhas histórias

Contos sem nó

As minhas histórias

24.05.10

Medo


Lila

Hoje, a Policia pediu-nos que nos deslocássemos lá, por causa do assalto.

O A. esteve lá duas horas, eu escapei-me porque tinha que ir  buscar o JA á musica.

Mas ainda vi dois dossiers inteirinhos, cheios de cadastros de manfios cá de Setúbal.

E ainda ficou um por vêr, ele achou que não se enquadrvam no perfil do assalto.

Só vos digo que vi cada cara, que acho que vou ter insónias por duas semanas. Ou então vou ter pesadelos por um ano.

Chiça!

Medo.

Muito medo.

 

E no final daquilo tudo, não identificámos ninguém.

Eu escolhi mais de dez, eram todos iguais ao assaltante.

O agente perguntou se queríamos retirar a queixa, ao que respondemos obviamente que não.

Ainda por cima agora, que me arruinaram a capacidade de dormir de olhos fechados por muitos anos, de tanto mau aspecto que eu vi hoje.

Agora, nem pensar.