Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Contos sem nó

As minhas histórias

Contos sem nó

As minhas histórias

12.05.10

Só a mim...


Lila

O meu marido foi buscar-me ao aeroporto.

E até fez as compras da casa.

Chegámos á porta do prédio e ao tirar os sacos do carro, a mala, o computador, etc, há um individuo que se aproxima de mim e me pergunta se quero ajuda. O A. estava a por sacos no elevador e eu respondo que não, que o meu marido estava a ajudar-me.

Entro no prédio e digo entre dentes " Não gostei da pinta do tipo".

Chego a casa e perdemos meia hora a contar á minha sogra as novidades deste dia de nervos, com medo de não voltar de Roma.

O A. sai para levar a mãe a casa e dá com o carro assaltado.

Levaram tudo, inclusive as chaves de casa e da garagem.

 

Resultado: estamos a estas lindas horas á espera do piquete para mudar fechaduras, depois do A. ter estado duas horas na esquadra.

 

E mais uma fortuna em fechaduras.

 

(mas seria impossível dormir, sabendo que tinham as nossas chaves)

 

Só me apetece dizer asneiras e ainda estou toda a tremer.