Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Contos sem nó

As minhas histórias

Contos sem nó

As minhas histórias

27.04.10

Adoro..


Lila

...chegar a casa depois de dois dias fora e passar a primeira meia hora em casa a arrumar coisas.

É coisa para me por feliz da vida.

Ele eram as roupas do JA que foram passadas ontem a ferro pela D. Vina e que foram empurradas para o miúdo poder dormir na cama, em vez de arrumadas nas gavetas, ele era um frasco de compota aberto e com uma faca lá dentro em cima da bancada da cozinha, ele eram sapatos espalhados pela casa de banho do JA, ele eram pijamas do JA acumulados, em vez de terem ido para lavar (o JA veste um pijama lavado todos os dias, que o raça do miúdo é fino...), ele era o caixote do lixo na varanda, sem lixo é certo, mas todo sujo por dentro, ele eram pingas de qualquer coisa que estava no lixo, á volta do local onde estava o caixote...e por fim, a piece de resistance, um pacote de bolachas vazio no chão da sala, junto ao sofá.

Amei.

Aliás, amo sempre que volto a casa, vinda de uma viagem de trabalho.

 

Não há saudades que sobrevivam a isto.

Nem paciência.

 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.