Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Contos sem nó

As minhas histórias

Contos sem nó

As minhas histórias

14.05.18

Jantar


Lila

unnamed.jpg

 Lombinhos de frango, com cogumelos, milho, maça e pinhões. Molho de natas de arroz.

14.05.18

Pai


Lila

Quando estás cheia de mimo, meia perdida, sais do escritório e apareces de surpresa para almoçar. À mesa do meu pai há sempre comida e lugar para mais um.

De tarde, já trabalhei com o coração cheio.

14.05.18

Mãe


Lila

IMG-1149.JPG

 Passou o dia da Mãe e eu não escrevi nada por aqui. Nesse Domingo fomos almoçar com o meu pai, que nos últimos 23 anos tem sido pai e mãe de nós a três. E eu, abracei muito o meu filho, feliz e orgulhosa do bebe que já esta mais alto do que eu...

Hoje almocei na casa do meu pai e vi este retrato. A minha mãe, nesta foto, parece uma estrela de cinema. Tantas, mas tantas saudades do teu colo! Tantos dias da mãe sem ti...

14.05.18

Gerir a ausência


Lila

MaríliaDuarte-4 (1).jpg

Hoje li um post da Catarina Beato sobre gerir as ausências e tive que lhe deixar um comentário com a nossa experiência. Somos quase campeões nessa gestão.Na passada semana percebi que, apesar de separados grande parte do tempo, somos muito mais unidos que muitos casais que vivem sempre juntos,.

Estou numa fase em que acredito seriamente que o fazemos bem, sem grande prejuízo para ninguém, principalmente para o nosso filho. Há dias em que me sinto mais sobrecarregada, outros em que me sinto bem, outros em que me sinto feliz com a forma como vamos vivendo, outros ainda em que em apetece mandar tudo as urtigas.

Mas não será isso normal mesmo para quem vive 100% junto?

Estou orgulhosa da forma como temos gerido a nossa disfuncionalidade. Mérito total nosso e do amor incondivional que nos une.