Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Contos sem nó

As minhas histórias

Contos sem nó

As minhas histórias

21.08.17

Figos


Lila

Este fim de semana, quando fomos levar o filhote ao Algarve, aproveitamos para carregar uma cesta com os figos das figueiras da minha sogra. São deliciosos e uma perdição!

unnamed.jpg

 

21.08.17

Livros escolares


Lila

Comprei hoje quase todos (falta chegar um de Inglaterra) e já lá deixei 200€. Falta forrar os livros, comprar material escolar e as roupas e ténis que deixam de servir com o pulo que os miúdos dão no verão. Devia haver um subsidio para estas coisas em Setembro. Não há orçamento familiar que não abale!

21.08.17

A gorda


Lila

image.jpg

 Acabei ontem, numa tarde de praia bastante tranquila. Fiquei impressionada com a linguagem crua e nua de Isabel Figueiredo. Uma historia sobre corpos, sobre a forma como aceitamos ou não o nosso, sobre velhice, sobre adolescência, sobre ser filha e ser mãe (mesmo quando não se chega a ser) sobre amor e desamor, sobre sexo sem limites. E principalmente como podemos todos ser vitimas de um amor que pode não nos merecer, mas contra o qual não se consegue lutar. Um amor demasiado grande para uma vida tão curta.

20.08.17

Wind river


Lila

Wind-River-New-Film-Poster.jpg

Passámos a tarde na praia, fomos comer os últimos caracóis deste verão (a nossa tasca favorita fecha hoje para férias e quando voltar, já passou a época) e depois, fomos ao cinema, aqui mesmo ao pé de casa. Um filme do caraças, é o que posso dizer. Eu estava cheia de sono e só dizia ao meu marido que ia adormecer, mas o thriller é tão intenso que fiquei agarrada à cadeira. Uma historia sobre dor, sobre perda, sobre sobrevivência. Muito bom, mas do estilo "murro no estomago". Uma surpresa, para filme que estreia no verão.

 

18.08.17

Atomic blonde


Lila

MV5BMjM5NDYzMzg5N15BMl5BanBnXkFtZTgwOTM2NDU1MjI@._

Filmes em que tenho que tapar os olhos várias vezes em cada cena, não são bons filmes para mim. Mas não havia grande escolha e era o único que começava à mesma hora de outro que o meu filhote queria ver. A vantagem de ter um filho grande é que cada um vai ver o seu filme e ninguém chateia ninguém. Se há coisa boa de se fazer sozinho é ir ao cinema, faço-o há muitos anos e ele já começa a fazer o mesmo sem estigmas.  Do filme, gostei dos casacos maravilhosos da  Charlize Theron, que está estupidamente magra e alta (a mulher cresceu ou forma os ângulos da filmagem???)neste filme. Alias, toda a sua sensualidade é explorada ao máximo, de outra forma eram só cenas de uma badass a espancar coitados, sem dó nem piedade. 

17.08.17

A minha missão é fazer-te feliz


Lila

Ontem, levei-os a jantar ao Arigato Sush House. E ver o meu filho a comer sushi, com tanta satisfação, com tanta paixão, deixa o meu coração de mãe a transbordar de felicidade. Adoro fazer-lhe surpresas, adoro vê-lo alegre. E agora, a poucos dias de leva-lo outra vez para o Algarve, quero mima-lo ainda mais com tudo aquilo que mais gosta.

A missão de uma mãe é fazer um filho feliz.