Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Contos sem nó

As minhas histórias

Contos sem nó

As minhas histórias

03.12.10

É verdade...


Lila

Eu: Sabes que eu mesmo a fazer caminhadas ás sete da matina e debaixo de chuva a rapar um frio de morrer, estou a trabalhar?

Ele: Heim?

Eu: Pois, é que eu uso sempre ou o cachecol , ou o casaco polar ou a camisola com o logótipo da empresa. É uma publicidade feita no corpo, estás a ver? Sempre  a pensar nas vendas e assim.

Ele: Tou, tou a ver. E também estou a ver a quantidade de potenciais clientes que passam por ti a essa hora...

Eu: ...

 

Pelo sim, pelo não, hoje fiz a caminhada ao final da tarde.

 

03.12.10

Ai, porra.


Lila

Os voos com chegada e partida dos aeroportos de Lisboa e Porto estão hoje, sexta-feira, a sofrer atrasos devido ao encerramento do espaço aéreo em Espanha. O facto deveu-se à apresentação massiva de baixas médicas por parte dos controladores aéreos espanhóis.

 

Se isto era há uma semana, ou se se repete de hoje a oito dias...estoou lixada com F.

03.12.10

Mães que nos envergonham


Lila

Ouvi hoje que afinal, o bebé afogado numa ribeira em Sintra, foi morto pela própria mãe.

Tinha como intenção o suicidio, mas faltou-lhe a coragem.

E ainda inventou uma história de vingança, tentando atribuir culpas ao pai pelo sucedido.

 

Que pena fará cumprir a justiça para semelhante crime?

Eu fico incrédula e receosa.

Existem monstros destes á nossa volta, perto dos nosso filhos.

É assustador, caramba.

 

 

 

 

01.12.10

Dia Mundial da Luta contra a SIDA


Lila

Dia Mundial de Luta contra a SIDA:

 

 

São muitos os infectados com o Vírus da imunodeficiência adquirida, sendo Portugal um dos mais afectados na Europa.

São 42000 os infectados actualmente.

Esta é uma causa que me diz muito, uma vez que lido com este vírus todos os dias na minha vida profissional. E nunca conheci ninguem que tivesse morrido de SIDA, mas infelizmente já privei com algumas pessoas que foram infectadas em acidentes de trabalho.

Coisa de que nenhum de nós está livre.

 

 

Pág. 6/6