Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Contos sem nó

As minhas histórias

Contos sem nó

As minhas histórias

23.09.09

Chai


Lila

 

Na segunda-feira comprei o famoso chá indiano- Masala Chai. Para quem vê a novela, a toda a hora se ouve falar do Chai e eu, como fâ acérrima da Índia, não podia deixar de experimentar.

E só vos posso dizer uma palavra: MARAVILHOSO!

Eu já adoro chás. De qualquer tipo. Mas este combina tudo de bom, canela, menta, anis, cravinho fresco, gengibre, noz-moscada, rosas...

Só o cheiro do chá é fabuloso e depois o sabor é divinal.

Ontem ao serão, o meu marido fez-me uma chávena, que acompanhei com bolo de noz.

Hoje estou no Porto, sozinha e a sentir muita falta do meu chai e da minha casa.

Shuif...

 

20.09.09

A festa do Pedrinho


Lila

Ontem fomos á festinha de aniversário do meu sobrinho Pedro.

Uma festa só de primos, como a minha irmã lhe chama.

Não somos muitos, porque a minha família é muito pequena.

O meu filho tirou a barriga de misérias do convívio com o primo.

Aquilo sim, é uma adoração!

A festa faz-se sempre na panificadora do meu cunhado, onde há espaço de sobra.

A parte mais divertida foi quando o meu cunhado foi fazer pão e o meu filho pode ir com ele, amassar e por o pão no forno.

Ao final da tarde, comemos o pão que ele fez o que o deixou orgulhoso.

A máfia de saltos altos (vulgo eu e as minhas irmãs) juntou-se para por a conversa em dia e ainda nos rimos um bom bocado, sempre das mesmas coisas e a  recordar sempre os mesmos episódios de infância.

O dia também ficou marcado pelo facto de eu ter percebido que há alturas em que ser adulto significa colocar o orgulho de lado e fazer aquilo que que o nosso coração manda.

Mesmo que nos custe horrores.

E verdade seja dita, quando é justo que seja dita, o meu A. tem um coração enorme.

 

19.09.09

Desencanto


Lila

Quando me sinto mais desencantada com a vida, imagino como seria se eu desaparecesse, assim de um momento para o outro.

E chego á triste conclusão de que a única pessoa que ficaria realmente triste e cuja vida se alteraria dos pés para a cabeça, seria o meu filho.

O meu marido  típica e rapidamente ocuparia o meu lugar com alguém completa e opostamente diferente. E em 9 meses voltaria a ser pai.

As minhas irmãs têm a sua própria vida e naturalmente seguiriam em frente. As minhas 2 ou 3 amigas ficariam tristes, mas seguiriam também sem mim.

No trabalho iam ficar dois ou três dias sem outro assunto, a recordar uma outra faceta minha, mas depois, voltar-se-ia á vidinha do costume.

Mas o meu filho ficaria sem o pilar da sua vida, e viveria o  eterno desgosto da falta de um colo genuíno.

A mim, faz-me falta esse colo todos os dias.

 

 

 

19.09.09

19


Lila

Supostamente um dia para comemorar.

Não sei é bem o quê.

 

18.09.09

A canjinha da tia Dora


Lila

O meu filho tem adoração pela minha irmã mais velha. Adora-a, adora o primo Pedro, adora ir para a casa dela e também adora a comida que ela faz.

No topo das preferências está a célebre canjinha.

Cá em casa, onde há sempre sopa, de vez em quando oiço " ò mamã, quero uma canjinha igual á da tia Dora!".

É tipo trademark a canjinha da minha irmã. E então o que é que o raio da canja tem, que o meu filho gosta tanto?

O normal da canja, miúdos, massinha de letras, e...soja.

Estão a ver aqueles feijões de soja que se vendem congelados?

Ela põe na canja. Quando os meu filho e o meu sobrinho estão a comer a dita cuja juntos, o meu sobrinho tira as sojas do prato dele e põe no do meu filho, que come as dele e as do primo.

Hoje lá tive que ir comprar frango e miúdos e sojas, para fazer a canja. E é vê-lo a chupar as patinhas do bichinho (que é uma coisa que eu detesto), a deliciar-se com moelas, fígado e pescoço.

Boquinha santa, abençoado!

 

Deve ser a coisa que mais descansa uma mãe é ver o filho a comer bem. A sério. Não sei explicar porquê, mas se por algum motivo ele não come, o que felizmente é mais raro do que ver um cabelo num ovo, fico logo de cabeça perdida.

Eu fui tão bera para comer, fiz a minha mãe ganhar muitos cabelos brancos, mas felizmente, não fui castigada...

18.09.09

Deus me livre!


Lila

A minha sogra é a rainha dos mal entendidos.

Há uns tempos disse-me, indignadíssima, que a fadista Mariza tinha um cancro na garganta. Eu ouvi isto de manhã e fiquei a bater mal o dia todo, liguei para a minha irmã, que se ia atirando do 5º andar, falei com uma colega que começou a comprar os discos da cantora como se não houvesse amanhã, enfim, lancei o pânico.

Mas  estranhei que ninguém sabia de nada, espreitei nas revistas, na TV...nada.

E ainda hoje não sei de onde é que tirou esta ideia absolutamente macabra.

A Mariza, felizmente está de óptima saúde!

Hoje, disse-me escandalizada, que a Alexandra Lencastre está grávida.

E até me contou a idade da senhora e que tinha uma barriga enorme e o corpo já todo deformado.

Eu fiquei de boca aberta, porque a actriz deve ter quase 50 anos e já esta  mais para ser  avó do que mãe, mas enfim.

Chego ao supermercado para comprar o jantar e pumba, dou com uma revista que dizia, claramente: Alexandra Lencastre, grávida ou gorda?, com uma foto onde se vê claramente que a desgraçada está gordinha e nada mais. Aliás, a mesma já desmentiu a gravidez noutra revista.

É pá, eu até tremo que me calhe a mim o boato...Já encolho a barriga, já não tusso, nem espirro ao pé dela, não vá estar grávida, ou com gripe A. Ou pior ainda, grávida e com gripe A!

 

 

18.09.09

Jogging


Lila

Agora que o meu filho mudou de infantário, também mudámos o nosso caminho.

Antigamente, o colégio ficava a 5 minutos a pé da nossa casa, em direcção á baixa.

Agora, fica a 8 minutos a pé da nossa casa, atravessando o parque do Bonfim.

Atravessar o parque logo de manhã tem um lado giro, que é o de ver as plantas e o verde e o cheiro a relva pela fresquinha.

A parte menos boa é que de certeza vai estar um gelo no Inverno.

De manhã, há muitas pessoas a fazer jogging no parque.

Pessoas de fato treino e ténis, a esfalfar-se por ali fora.

E entre as pessoas que correm pelo parque, há um senhor chinês, que corre desalmadamente mas de calças de fato, com cinto, pólo metido para dentro das ditas, meia branca e sapato de couro.

No primeiro dia em que o vi, pensei que o senhor ia com pressa para algum sitio, até que ele passou por mim mais uma vez, enquanto atravessávamos o jardim.

Hoje voltei a ver o senhor a fazer jogging, nos mesmos preparos, e a transpirar que nem um maluco.

E eu fico a pensar se aquele senhor segue assim para o trabalho, ensopadinho em suor e com roupa e sapatinho de sair aos domingos.

Se a moda pega. é ver executivos de fato e gravata a fazer squash á hora de almoço, ou a treinar nas máquinas do ginásio...

 

Bilhac...

 

17.09.09

H1N1 quê?


Lila

"Oh, mamã, sabias que o vírus da gripe A é o H1N1?

E que é muito perigoso?

Temos que por o braço á frente da boca quando espirramos e devemos sempre lavar as mãos.

Eu vi um filme na biblioteca e aprendi tudo sobre a gripe A..."

...

 

 

Mai nada!!!!!!

17.09.09

Alice Viera


Lila

Eu cresci a  ler os livros desta senhora e tive o privilégio de a conhecer pessoalmente no curso de escrita criativa que fiz na Sociedade Portuguesa de Autores.

Quem não leu Rosa, minha irmã Rosa? Eu sei que aprendi imenso sobre o que é ter irmãos com este livro, até porque já tinha uma e ganhei outra de um momento para o outro, quando ninguém estava á espera.

 E esse processo nunca é fácil.

 

Alice Viera comemora este ano 30 anos de livros.

 

 

16.09.09

Pedrinho


Lila

O meu sobrinhito Pedro Maria faz hoje 9 anos.

A minha irmã foi grávida dele ao meu casamento, depois de ter tentado engravidar durante 3 anos.

E eu sinto-me um bocadinho responsável pelo seu nascimento, porque fui eu quem obrigou a minha irmã a consultar um especialista em infertilidade, fui eu quem foi com ela ás consultas, fui eu quem fez os milhentos testes de gravidez  ao longo dos anos em que tentou sem sucesso.

E depois, sem grandes dramas, nem nada de especial, puf! ficou grávida deste rapazinho de cabelo quase branco, de cor de pele quase tranparente, que parece mais ucraniano que portugues.

È um menino muito doce e calmo, excelente aluno, muito amigo do seu priminho JA, o ídolo do meu filhote.

Parabens, meu sobrinho.

Que tenhas muitos e muitos e muitos dias felizes.