Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Contos sem nó

As minhas histórias

Contos sem nó

As minhas histórias

18.04.10

Tudo pode dar certo


Lila

 

O que nos valeu foi o Auditório Charlot passar os filmes com um atraso inigualável.

Que isto de ter só uma sala não dá vazão aos filmes actuais...

E nós cinéfilos reformados, não conseguimos aguentar o ritmo da grandes salas!

Assim,  lá fomos nós, pela noitinha, ver o último do Woody Allen.

Adorámos. O que nos rimos das coisas mais simples da vida!

E só não aproveitei mais porque, depois de ter passado o dia todo em casa, apoderou-se de mim uma valente dor de cabeça, que me deixou meio azamboada.

No caminho para casa, que fazemos a pé desde o cinema, sentia cada passo na cabeça.

Auch!

Vou ali deitar-me e já volto.

Ou não, ou não.

1 comentário

Comentar post