Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Contos sem nó

As minhas histórias

Contos sem nó

As minhas histórias

29.01.09

E quando eu achava que este serão já tinha dado o que tinha a dar...


Lila

*recebo uma mensagem da minha amiga Gena, (que está desempregada há meia dúzia de dias, desanimada com esta situação até porque tem uma filha para criar ...) a dizer que tinha ido a uma entrevista e que já começa na próxima segunda!!!!!!!!!!!!!

Nos tempos que correm, com a crise que nos assola, isto foi mesmo um feito dos diabos!!!!

Parabéns, amiga!

Tu mereces!!!!

E agora, vê se encontras o que também vem anexo no tal cavalo....

 

**O meu filho tem uma crise de mimo monumental e pede que me deite um pouco com ele na sua cama (caso raro e nunca visto, nem ele vai para a nossa cama, nem gosta que vamos para a dele...).

Ali fiquei, com ele de costas para mim, agarradinhos, a ouvir-me contar de quando era bébé pequenino, de quando mamava, ou de quando  ainda estava na barriga da mãe (adora todas estas histórias).

Quando tentei sair daquele quentinho, disse-lhe baixinho "a mamã vai para a cama" ao que ele respondeu " não, mamã, hoje és toda minha..."

 

 

 

Se não fosse por tudo o resto, se fosse só por isto, já valia a pena ter um filho.

 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.