Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Contos sem nó

As minhas histórias

Contos sem nó

As minhas histórias

17.06.18

A mota

Lila
Há muito tempo que não a conduzia mas este fim de semana desforrei-me. Hoje, quando vinha da praia, sozinha, vinha a pensar que a minha relação com ela é meio esquizofrénica. Tanto há dias em que me sinto uma pena, ali a levar com o vento na cara, e deslizo nela, com alegria, feliz por poder deslocar-me numa coisinha tão fixe, como depois há outros em que tenho medo, travo muito nas curvas, nas rectas, em todas as circunstancias. Em que vou devagar, muito devagar. E vejo filas de (...)
17.06.18

Primeiras tardes de praia

Lila
Ontem fomos os dois, na minha mota e passámos por lá a tarde. Estava calor mas um vento com rajadas que de vez em quando me tirava do sério. Hoje fui sozinha, depois de ter deixado o meu amor adolescente no autocarro, rumo ao Algarve, onde vai ficar com os tios,  a avó e a prima, enquanto eu vou a Madrid fazer o evento do ano e ter uma reunião. Hoje estava um calor abrasador, sem correr uma aragem e eu só cheguei lá as quatro da tarde... 
15.06.18

À deriva

Lila
 Tenho muito medo do mar. Desde pequena. Nunca gostei de ondas, nunca nadei bem, tenho horror a que me passe uma onda por cima da cabeça, não gosto da sensação de um mergulho. Se houver ondas, já não entro dentro de agua e fico em terra, a ver os meus dois homens a divertirem-se.Passei muitos Verões na praia só dentro das poças de agua que o mar deixa em terra. Não em atrevia a entrar no mar. O meu pai tentava que eu superasse este medo levando-me para dentro de agua nas (...)
13.06.18

Feira do livro

Lila
Fomos só hoje e quase que não íamos este ano. Mas sendo feriado para mim e não para o meu filho, lá consegui encontrar um compromisso e leva-lo com o amigo António logo as 10 e tal da manha, para que pudessem entrar as 14:30 na escola. Corremos a feira toda, os miúdos andaram por lá à vontade e acabamos por comprar imensos livros. Eu andei calmamente pela feira, tomei o meu café, e fui sentindo o sol na cara, enquanto percorria os stands. Adoro estar entre livros e não (...)
10.06.18

Tully

Lila
Eu fui ver este sozinha, porque cada um dos meus homens quiseram ir ver filmes diferentes. Mas fiquei com pena que o meu marido não tivesse visto este filme comigo.Uma grande historia sobre parentalidade, ou melhor, sobretudo sobre maternidade. Eu, mãe de apenas um filho, senti cada dor ao vê-la dar de mamar, senti cada minuto de cansaço que ela vive no filme. E tive apenas um  filho! Cada vez mais percebo que não seria capaz de dar conta do recado se tivesse ido a mais. Não mesmo. (...)
10.06.18

Sábado

Lila
Manhã de ronha e mimos. Pai em casa. Almoço de peixe para matar saudades. Festa de aniversario à tarde, com toda a família do lado do pai reunida. Jantar com o meu pai. Passagem pelas marchas populares, apesar do frio e da humidade. Dormi feliz, nos braços do meu amor.
08.06.18

I feel pretty

Lila
Um filme cómico e ao mesmo tempo tão inspirador para mulheres de todas as idades. É efectivamente verdade que a beleza está sobretudo na nossa cabeça. Só isso explica haver em dias em que nos sentimos umas bombas, as rainhas do pedaço e outros em que nos parece que nos passou um camião por cima e olhamos ao espelho e só vemos a parte de trás de um acidente. 
07.06.18

Escape room em Paris

Lila
Na semana que passei em paris, fizemos uma escape room. e eu adorei. Nunca pensei achar tão divertido e entusiasmar-me tanto. Aqui está a grupeta internacional que trabalha comigo em bacteriologia. Tenho neste grupo alguns amigos que adoro (outros não quiseram ir, tontos). Gosto mesmo desta foto.
06.06.18

So true.

Lila
Doem-me abdominais, pernas, braços e mais algumas coisas que não me apetece referir porque estou cansada só de estar a escrever.