Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Contos sem nó

As minhas histórias

Contos sem nó

As minhas histórias

24.01.20

Madonna

Lila
Na quarta-feira íamos ver a Madonna. Eu ate fui arranjar a peruca à hora de almoço e fiz este penteado para cima de espectacular. Mas a mulher cancelou o concerto. Confesso que fiquei aliviada. Não sou fã, os bilhetes foram caríssimos e tinha que me levantar as cinco da manhã no dia seguinte. Mas foi a minha prenda de aniversario e o marido ficou triste. Só tive pena por isso. Mas ele agora recebe o dinheiro, que ainda era para cima de muito e fica tudo bem. Eu andava a remoer (...)
24.01.20

Frio polar

Lila
Exige medidas ridículas e desesperadas. Trabalhar muitas horas seguidas sentada ao computador enregela uma pessoa, ainda mais, já idosa como esta que vos escreve.
22.01.20

Dias dificeis

Lila
Hoje chorei por causa do trabalho. Numa altura em que estou pelos cabelos, cheia de trabalho até as orelhas,  recebi um email injusto que põe em causa o meu profissionalismo. Nunca em 23 anos tinha sido posta em causa. Nunca. Chorei. Respondi à letra. E depois fiquei furiosa de ter ficado naquele estado por causa de uma pessoa que não vale a pena. Mas na verdade, o trabalho é uma parte tão grande da nossa vida, que é impossível não sentirmos. Impossível ficarmos (...)
20.01.20

Prendas

Lila
Uma das pulseiras da Tous foi a minha amiga Tana quem ma deu, a outra a minha sobrinha e conjugam na perfeição. O meu marido deu-me um conjunto Pandora de fio e brincos, muito bonito. Recebi flores, não só as que o meu marido mandou no dia, mas um ramo lindo do meu sobrinho Paulo. A mana Marisa deu-me uns ténis que não me servem e estou a espera que venha o numero certo (pézinho de Cinderela que calça o 40 é o que da) e a mana Dora ofereceu-me um jumpsuit preto e um vestido (...)
13.01.20

A minha Tana

Lila
O melhor presente que podia ter recebido da minha melhor amiga foi o tempo que ela me deu hoje. Tem uma vida super ocupada mas disponibilizou a tarde para estarmos juntas. Fizemos uma massagem tailandesa que nos soube pela vida. Obrigada pela pulseira, que adorei, mas gostei ainda mais de estar contigo!
13.01.20

O meu amor

Lila
Cheguei a casa e tinha isto à porta. O meu marido está longe mas não se esquece de moi.
13.01.20

45

Lila
Cheguei a meio da década. Não tenho com esta idade a vida que idealizei, mas também não me posso queixar. Tenho saúde.  Um trabalho de que gosto e que me realiza. Tenho um marido que amo de paixão há 27 anos e um filho mais do que perfeito, aquele com que sonhei e que ilumina os meus dias. Perdi a minha mãe mais cedo do que devia, sinto a sua falta a toda a hora. Sou órfã de mãe há vinte e cinco anos. Não devia estar longe dela, não é justo.Sinto o peso dessa injustiça (...)