Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Contos sem nó

As minhas histórias

Contos sem nó

As minhas histórias

21.08.19

Marido

Lila
Viver a maior parte do ano sozinha com o meu filho aguçou o meu distúrbio compulsivo para a arrumação porque o marido refreia-me bastante as maluqueiras. Quando ele esta em casa, ainda por cima em casa a tempo inteiro (quando vem, ou vem de fim de semana ou vem de férias), há um confronto grave entre a minha mania de arrumar e ter tudo no sitio e o feitio caótico dele. Um feitio que já era desarrumado por natureza e que agora na Alemanha, a viver só com colegas homens, piorou. (...)
18.08.19

Era uma vez em Hollywood

Lila
Vimos os actores deste filme e o próprio Tarantino em Berlim. E hoje fomos ver o filme com o nosso filho, que se estreou em Tarantino. O filme não desilude, apesar de eu achar que tem muito menos violência do que aquilo que é normal no Tarantino de outrora. Mas gostamos muito.
18.08.19

Fim de semana

Lila
Ontem fomos fazer a estreia do carro ate ao Algarve e festejar o aniversario dos meus cunhados mais velhos. Praia durante a tarde, e depois jantar de aniversario. Ontem conseguimos ter os cinco irmãos juntos um dia inteiro!  Chegamos a casa as duas da manhã, por isso hoje temos estado em modo standby. Caminhada ao final da manhã, almoço tardio e cinema. 
14.08.19

Tudo a seu tempo

Lila
Nos últimos meses a vida tem-me ensinado que vivo depressa e com stress a mais. Vou dar dois exemplos: Tive que mudar de carro na empresa. Os carros que temos são entregues à empresa de leasing quando chegam os novos. Encomendei o meu novo em Março e a previsão de chegada era Setembro. Comecei o processo de reparação de todos os riscos e risquinhos do carro actual em Abril. Demorou semanas e semanas, muitos telefonemas, seguros pelo meio, oficinas, etc. O meu marido, (...)
12.08.19

Síndrome de Estocolmo

Lila
Ontem fui fazer a caminhada de manhã, almoçámos e estive a tarde toda a escrever a historia da minha sogra. Tinha o ultimo relato no gravador para ouvir e consegui terminar. Agora falta rever tudo, ver se falta alguma coisa e tentar concluir. Depois da escrita, fui com o meu filhote ver este filme. A historia de um bizarro assalto a um banco na Suécia, que fazendo reféns, cria a definição da Síndrome de Estocolmo, já que as vitimas empatizaram com o criminoso e raptor, tanto (...)
10.08.19

Sabado

Lila
Com o tempo de Primavera que está, sem yoga, fui fazer uma caminhada de manhã, fiz o almoço e enfiei-me a tarde  toda na cabeleireira,  enquanto trabalhava no computador. Adiantei imesno trabalho para segunda-feira. Programa mais deprimente não há.
10.08.19

The kitchen

Lila
"Nova Iorque, década de 1970. As esposas de três mafiosos irlandeses são confrontadas com o facto de os maridos, criminosos, serem apanhados pelo FBI. Com eles a cumprir uma pena de prisão durante três anos, elas ficam sem saber o que fazer. Com pouco dinheiro e incapazes de arranjar um emprego que garanta a sobrevivência das respectivas famílias, as três mulheres tentam encontrar uma alternativa. Para isso, decidem unir esforços e continuar o negócio dos maridos. Contudo, sendo (...)
08.08.19

Fim de semana com o marido

Lila
Ora tendo o filho fora e marido sem vir a casa, fui ter com ele no fim de semana. Passamos uns idas em Berlim, onde não estávamos os dois há quase vinte anos. Aproveitamos para por a conversa em dia, para namorar, para passear e também para ir ter com os dois viajantes! Óbvio que não ia perder a oportunidade! O tempo esteve óptimo, muito melhor do que esta agora em Portugal e divertimo-nos muito. Cimo da Torre da Vitoria. Jantar com os nossos meninos. Porta de Bradenburgo. Mur (...)
08.08.19

Filho

Lila
O meu filho esteve uma semana a viajar com o primo Pedro, de 18 anos. Os dois, sozinhos. O meu com 14 anos. O primo, com quem se da muito bem, melhor do que se fossem irmãos, decidiu planear uma viagem este verão porque nunca saiu do pais. O meu, mais experimentado nisto das viagens, foi o eleito para o acompanhar. Custou-me muito dizer que sim, mas sabendo que os dois são muito responsáveis, decidi deixa-lo ir. Planearam tudo ao pormenor nas semanas antes e escolheram viajar na (...)