Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



 

"Apesar dos momentos de pânico que antecederam o nascimento de Kyle, quando mãe e filho chegaram a correr perigo de vida devido à opção de um parto natural em casa, Adelaide não mudou de ideias em relação a isso: "Tudo depende das circunstâncias. Não fiquei contra o parto em casa, mas acho que tem de ser feito de outra maneira."

 

 

A mulher tem 41 anos. Ia morrendo num parto que  durou 4 dias, com águas rebentadas e sempre em casa. O bebé ficou com uma infecção grave e correu risco de vida. Ela também.

 

Ora, depois disto, ainda vem para as revistas dizer que não mudou de ideias em relação a isso?

Este pessoal droga-se.

A minha mãe é que tinha razão.

"As mulheres têm mesmo memória curta.

Caso contrário só tinham um filho cada uma..." (*)

Neste caso, acho que houve batida de cabeça no parto.

Só pode.

 

(*)(Eu sou um caso á parte. A minha memória é excelente.)

 

Alguém me há-de ainda explicar que mal têm os hospitais.

Ah, os cuidados médicos especializados que se fazem lá...Os médicos e as parteiras.

Deve ser isso que assusta as pessoas.

Vamos todos voltar ao antigamente, que é melhor.

Mais seguro...

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:52


3 comentários

De Marta a 25.03.2010 às 12:37

Parece-me a mim que isso não passa de pura teimosia. A senhora tinha uma ideia... que se revelou uma péssima ideia. As coisas correram mal mas ela não quer dar o braço a torcer e por isso diz que voltava a fazer. A mim parece que tal experiência não se iria repetir... esta teimosia é só da boca para fora. Mas pela idade dela acho que já não vamos a tempo de comprovar esta teoria.

De AMC a 26.03.2010 às 12:10

A convicção da Sra. Adelaide Sousa é um insulto para tudo aquilo que as mulheres conquistaram ao longo dos anos. O alívio da dor, a assistência, a segurança (da mãe e do bebé)... os cuidados médicos.
E quando a convicção é severa e dolorosamente contrariada pela realidade, continuar a insitir na dita convicção é claro sinónimo de estupidez.

De Lila a 26.03.2010 às 18:55

Eu acho exactamente o mesmo. O pior é que se for eu a ter esta opinião, não vem grande mal ao mundo, mas estas pessoas influenciam muitas outras, por serem figuras publicas.
E as pessoas menos informadas deviam saber que é perigoso e inconsciente ter um bébé em casa.
Eu tenho uma grande amiga que teve uma péssima experiência (foi fora de Portugal) e agora jura que o próximo filho o vem ter a Portugal, num hospital.
A visão romantica não passa disso mesmo. Romantismo.
A realidade é bem diferente.

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D